A Microgaming junta-se ao Projeto All-In Diversity

Vito Zapata Olivera | 12 Abril 2018

O Projeto All-In Diversity e a Microgaming unem esforcosA Microgaming, empresa de desenvolvimento de jogos para casinos, sedeada na Ilha de Man, tornou-se agora no mais recente membro fundador do Projeto All-In Diversity (projeto para a inclusão de todos na diversidade). Através do envolvimento da empresa, os planos futuros do projeto, que passam pela criação de um setor dos jogos mais inclusivo à escala global, ganham uma nova força e um novo impulso.

Entre as mais recentes apoiantes do projeto estão gigantes dos jogos online, como a IGT, a GiG e a Kindred. O Projeto All-In Diversity foi fundado em 2017 com o objetivo de avaliar e facilitar a troca de ideias sobre inclusão, diversidade e igualdade para todos, a nível internacional, dentro do setor do jogo e das apostas.

O projeto promove a inclusão de todos

Duas executivas do setor dos jogos, Christina Thakor-Rankin e Kelly Kehn, fundaram a iniciativa. O seu objetivo principal consiste em estabelecer um índice estandardizado, a nível mundial, para o setor dos jogos, que se pretende que seja a melhor ferramenta de avaliação para quantificar a inclusão e a diversidade de raças, géneros, etnias, entre outros aspetos, no mundo dos jogos online.

O projeto tem como objetivo a apresentação de relatórios de progresso anuais e fornecerá também recomendações para as melhores práticas, procurando ser uma ajuda para as empresas de jogos melhorarem os aspetos relacionados com a diversidade e a inclusão, em áreas como o recrutamento, a administração, a gestão e a justiça e igualdade salariais. A elaboração do primeiro relatório com estes objetivos está agendada para o final de 2018. Será o primeiro relatório do género num setor há muito dominado por executivos do sexo masculino.

A Microgaming saúda esta parceria

Ao revelar a nova parceria, o Diretor Financeiro da Microgaming, John Coleman, fez notar que a diversidade nos funcionários da sua empresa ajudou a que esta se mantivesse forte e dinâmica enquanto avançava com os seus planos. Segundo Coleman, é importante o setor identificar as suas próprias barreiras específicas, que impedem uma maior diversidade e inclusão, para que este possa continuar a melhorar em áreas que permitirão o aumento da diversidade.

O Diretor Financeiro acrescentou ainda que a Microgaming está desejosa de trabalhar com o Projeto All-In Diversity e de ser parte integrante do movimento que procura criar um ambiente mais acolhedor, igualitário e inclusivo para o futuro do setor dos jogos.

Ao saudar a chegada da Microgaming a esta iniciativa, a fundadora Kehn acrescentou que a equipa da empresa traz consigo uma enorme riqueza de conhecimentos sobre o setor, para além das suas marcas, políticas, produtos e da sua “paixão pelas pessoas”. Isto, disse ela, é evidente na diversidade existente nas equipas da empresa de desenvolvimento de jogos, em todo o mundo, salientando que não existem limites para aquilo que a sua organização pode alcançar com o apoio de um fornecedor tão poderoso.

Links de referência:

http://www.igamingbusiness.com/news/microgaming-backs-all-diversity-project