Brasil pede legalização de toda a indústria de cassinos

Vito Zapata Olivera | 29 Maio 2020

Brasil deve legalizar todos os jogos de azarJoão Carlos Bacelar Batista, deputado brasileiro e coordenador da Frente Parlamentar Mista que busca aprovação para o novo Marco Regulatório dos Jogos do país, está pressionando pela legalização de toda a indústria de jogos de azar. Como a empresa busca legalizar cassinos em terra regulamentados, Bacelar diz que isso não é suficiente.

Legalização de toda a indústria

Bacelar, que é a favor da legalização de todas as verticais de jogos de azar no país, diz que a legalização apenas de uma forma poderia levar ao monopólio. Bacharel acredita que todo o mercado de jogos de azar possa gerar cerca de US$ 1,8 bilhão em impostos anuais, com um valor de mercado superior a US$ 10 bilhões. Ele disse que, se o país decidir legalizar apenas cassinos em terra em resorts integrados, estará simplesmente entregando às grandes corporações norte-americanas os fundos necessários para impulsionar sua própria economia. Além disso, ele disse que, por meio dessa abordagem, o Brasil provavelmente só veria a receita dos lucros em três ou quatro anos, e o país precisa de dinheiro mais cedo do que isso para lidar com as atuais crises financeiras.

Com base na estratégia de legalização de cassinos em terra, a abertura desses cassinos provavelmente ocorreria apenas nas populares cidades do Rio de Janeiro e São Paulo, criando um número estimado de 20 mil empregos. No entanto, Bacelar acredita que, se todas as verticais de jogos de azar pudessem ser legalizadas, incluindo o favorito do Brasil, o Jogo do Bicho, mais de 1,3 milhão de pessoas conseguiriam emprego no setor, com cerca de 650 mil empregos diretos disponíveis.

Uma indústria de jogos de azar legal para o país da América do Sul

A posição de Bacelar é compartilhada pelo deputado federal brasileiro Pompeo de Mattos, que no início deste mês também saiu dizendo que o governo brasileiro precisa olhar para uma indústria legal de jogos de azar como forma de gerar receita. De Mattos disse que os fundos obtidos com a tributação das atividades de cassinos regulamentados podem ajudar a financiar outros programas no país, como os setores de saúde e educação, que estão em dificuldades.

Atualmente, o Brasil está no processo de introdução de seu novo Marco Regulatório dos Jogos, em um esforço para abrir o setor e controlar as atividades de jogos de azar ilegais no país sul-americano. É um esforço que começou em 2018 com a legalização das apostas esportivas. No entanto, pouco foi feito desde então, e as estruturas operacionais ainda precisam ser implementadas nesse sentido, principalmente porque o governo tem tido que concentrar seus esforços em outros lugares diante das crises mundiais em andamento.