Carvel-obtém-2-licenças-portuguesas

Vito Zapata Olivera | 11 Dezembro 2019

Carvel Entertainment obtém licenças portuguesasA Carvel Entertainment, operadora de jogo online sediada em Malta, conseguiu entrar no lucrativo mercado português. A empresa anunciou que, após envolvimento com a Comissão de Jogos do Turismo de Portugal, a autoridade de regulação portuguesa emitiu não uma, mas duas licenças.

Estas licenças permitirão à  Carvel Entertainment operar em duas frentes, nomeadamente apostas desportivas e nos tradicionais jogos de azar de casino. Como seria de esperar, a licença para apostas desportivas dá aos jogadores a liberdade de fazer apostas contra a casa, ao passo que a segunda licença permite à Carvel Entertainment disponibilizar jogos de azar como slots, Roleta, Bacará e Blackjack.

Após obtenção das licenças, a empresa rapidamente declarou que irá trazer a sua popular marca – Moosh – para terras portuguesas, que sem dúvida será um êxito junto dos jogadores portugueses.

Um mercado altamente lucrativo

Atualmente, a Carvel Entertainment é a 12.ª maior operadora a obter uma licença em Portugal. Outras empresas a quem foi dada entrada são nomes grandes, como o The Stars Group, Betano e a 888. Este recém-chegado terá certamente competição à altura, dado o facto de o mercado já estar repleto de concorrência de renome.

A nível do desempenho local, a afluência de empresas para o país parece indicar que Portugal continua a ser um mercado altamente lucrativo. No entanto, é de notar que a autoridade local ainda não publicou oficialmente os resultados do terceiro trimestre. Isto deixa algumas incógnitas sobre o desempenho do setor durante o terceiro trimestre do ano, e há quem sugira que o ponto de estagnação será alcançado em breve.

 Relatórios trimestrais anteriores

Considerando os resultados do segundo trimestre deste ano, que englobam os três meses antes de 30 de junho, podemos constatar que o país alcançou um crescimento fora do comum, conseguindo inclusive bater recordes regularmente. As receitas combinadas das operadoras atingiram os 48,3 milhões de euros, um impressionante total.

Este total não só é consideravelmente mais elevado do que o mesmo trimestre do ano passado, indicando um crescimento constante, mas também ultrapassa o recorde de receitas alcançado no primeiro trimestre. O recorde anterior era de 47,3 milhões de euros.

Para além disto, quando se considera a receita anual total, os números revelam um aumento de 29,5%. Portanto, tudo indica que quando forem lançados os resultados do terceiro trimestre, os números continuarão a subir. No entanto, o melhor é sempre esperar e deixar os resultados falaram por si próprios.