Hard Rock Resolve Problema de Terrenos do Casino em Espanha

Vito Zapata Olivera | 12 Março 2020

hard rock cafeA Hard Rock International (HRI) está há já muito tempo envolvida num conflito sobre terrenos em Espanha, com a expectativa de que o projeto pudesse ser abandonado por completo. A empresa anunciou há muito tempo atrás a sua intenção de estabelecer um novo casino no país, mas esse projeto parou completamente quando o terreno escolhido foi posto em questão.

Mas agora, depois de atrasos que se estenderam por vários meses, um meio de comunicação espanhol anunciou que o problema tinha finalmente sido resolvido. Segundo o relatório, um impressionante negócio de 120 milhões de euros foi finalizado, e o valioso terreno localizado perto da pitoresca cidade costeira da Catalunha vai finalmente a mudar de mãos. A HRI pode agora começar a trabalhar no Hard Rock World, um projeto de resort e casino integrados, com estimativas iniciais a dizerem que o projeto receberá um investimento extra de 2 mil milhões de euros.

Um Caso Elaborado

Mas mesmo que uma solução pareça ter sido encontrada, é uma solução elaborada e complicada. Parece que, para que se chegue a um acordo, a HRI teve de aceitar algumas condições interessantes. Uma empresa conhecida como Incasòl vai primeiro comprar o terreno por 120 milhões de euros, o que retirará a propriedade à Comunidade Mediterrânea de Praias e Golfe. Esta empresa, por sua vez, é propriedade da Criteria Caixa, que é o sector de desenvolvimento do banco La Caixa.

A Incasòl irá então vender o imóvel à HRI pelo mesmo preço pago. Não se sabe por que razão foi necessário um passo adicional, mas o resultado é que o valioso imóvel verá finalmente o projeto do casino, há muito atrasado, entrar em construção.

Finalmente a Vitória

Originalmente a HRI tinha feito uma parceria com a Melco International Development para prosseguir com o projeto do casino, mas depois de atrasos iniciais os dois separaram-se. A Melco International Development decidiu antes dedicar-se aos seus próprios projetos no Chipre. Mas apesar do contratempo, a HRI permaneceu empenhada, e obteve uma licença em Maio de 2018.

Foi então que as coisas descarrilaram. O terreno tinha sido comprado originalmente há 30 anos atrás, mas os proprietários originais voltaram a intervir. De acordo com os proprietários anteriores, não se tinha falado do enorme projeto do casino, o que significava que tinham vendido o terreno a um preço baixo.

Mas de acordo com o relatório, foi agora feita uma apólice de seguro, protegendo as partes interessadas de qualquer ação legal futura. A HRI tem agora de pagar os 120 milhões de euros para finalizar o negócio.