Porque é que a Reinvenção é uma Necessidade

Vito Zapata Olivera | 2 Fevereiro 2017

Porque é que a Reinvenção é uma NecessidadeA maioria dos empresários e especialistas concordam que todas as marcas precisam de se reinventar de vez em quando. À medida que os consumidores e os públicos evoluem e tornam-se mais sofisticados, as marcas precisam de responder em conformidade com as novas dinâmicas para manterem-se relevantes.

Uma das maiores e mais recentes mudanças é a forma como a tecnologia afeta todos os aspetos das nossas vidas, e como interagimos com todo e qualquer produto e serviço. Casinos online e móveis são excelentes exemplos de serviços introduzidos na era digital para preencher uma necessidade, e são regularmente revistos e renovados para proporcionar as melhores experiências aos jogadores.

Foram várias as marcas que se relançaram com sucesso ao longo dos anos, mas houve algumas que infelizmente falharam. Companhias de todas as dimensões podem aprender com estes dois grupos.

A Tentativa da Kodak para Atualizar-se

A Kodak Company foi estabelecida 128 anos atrás e foi pioneira no filme para fotografia e cinema. À medida que o mundo foi ficando digital, a corporação reagiu com muito menos sucesso do que os proprietários de casinos, e foi muito lenta na resposta às novas necessidades dos seus clientes. Em suma, a Kodak demorou demasiado tempo a entregar-se plenamente ao digital. A companhia também investiu em tecnologias e planos de negócios que necessitavam de mais tempo do que o disponível para produzir resultados, pelo que os seus esforços caíram por terra.

A Kodak sofreu sérias consequências por ter deixado passar a revolução digital, e há mesmo rumores que terá declarado falência em 2012. Num esforço para se tornar relevante uma vez mais, a marca revelou a sua câmara smartphone, na vanguarda da tecnologia, mas evidenciando um estilo retro com óbvia inspiração na Ektra original dos anos 40 do século passado. A Kodak lançou ainda recentemente um aplicativo que prolonga este tema retro com um toque tecnológico: pode usar o aplicativo Reel Film para encontrar exibições de filmes rodados em filme ao invés de câmaras digitais.

O Segredo para um Relançamento com Sucesso

O Segredo para um Relançamento com Sucesso O Relançamento de uma marca requer reconsiderar a cultura da empresa, os seus objetivos e mensagem. Para ter efetivamente sucesso precisa apelar a novas audiências, e manter ao mesmo tempo o seu núcleo original de entusiastas. É sem dúvida isto que a Kodak ambiciona.

Há 4 estratégias básicas para relançar uma marca: Romance, Ironia, Tragédia ou Comédia. Podem ser usadas individualmente, ou numa qualquer combinação. A Apple é um ótimo exemplo de renovação de marca baseada em Romance, lembrando às pessoas durante o seu relançamento no final dos anos 90 do século passado a sua ética de criatividade e espírito livre.

Renovação de marca baseada em Tragédia é uma narrativa de redenção. O sucesso de Martha Stewart a seguir à sua estadia na prisão é um exemplo disto. É usada a ironia para descrever o relançamento de uma marca como sendo o oposto daquilo que era, como por exemplo a transformação da Walmart numa corporação conhecida pelas políticas progressivas e ambientais, e já não agressiva.

Com um design retro cujo objetivo é o de capitalizar sentimentos de nostalgia, a equipe da Kodak adotou uma estratégia baseada na Comédia – um elemento da cultura popular é reinterpretado com um toque moderno. Pode funcionar na perfeição, mas como o relançamento falhado da marca de automóveis Americana Oldsmobile demostra, pode também sair pela culatra. Aguarda-se o resultado da última campanha da Kodak, no entanto a empresa certamente espera poder partilhar do mesmo sucesso de outras marcas que se reinventaram e renovaram a si mesmas.