Rede de Jogo Ilegal Capturada em Portugal

Vito Zapata Olivera | 14 Novembro 2018

Capturada organização portuguesa de jogoUma ação conjunta das autoridades portuguesas e com a Europol resultou na detenção bem-sucedida de 31 pessoas ligadas a uma rede de jogo ilegal.

A equipa da operação Shadow Game levou a cabo mais de 100 buscas as instalações apenas em Portugal, ao mesmo tempo que rusgas semelhantes eram desencadeadas no Luxemburgo e na Suíça.

Rusgas Revelam-se Bem-Sucedidas

As rusgas foram efetuadas ao longo de três dias e incidiram sobre uma operação de apostas desportivas ilegais. A polícia apreendeu ainda 576.000 € em dinheiro, contas bancárias associadas e computadores, armas de fogo e 86 veículos, tendo a Europol indiciado outros 93 indivíduos e 14 empresas, alguns dos quais operavam partir do Brasil.

Estima-se que este esquema tenha operado durante pelo menos três anos, a partir de Portugal, Brasil, Moçambique, Suíça, França, Bélgica e Luxemburgo.

A operação policial foi o resultado de uma investigação que durou um ano e exigiu a participação de 677 elementos das forças militares. A organização criminosa de jogo ilegal embolsou até à data uma montante que se estima em 80 milhões de euros. Os envolvidos no grupo estão a ser julgados sob acusações de jogo ilegal, comportamento criminoso, fraude e lavagem de dinheiro.

As rusgas foram das maiores operações conjuntas na história da polícia portuguesa e tiveram por objetivo capturar organizações que abusem de operadores legais de jogo online.

As Operações da Organização Criminosa

O modo de funcionamento do grupo é criar sites de Internet que são clones dos que têm licença do Serviço de Regulação e Inspeção de Jogos (SRIJ), e depois operá-los de forma ilegal.

A organização criminosa atuava nas áreas de apostas desportivas e lotarias. A polícia afirmou que o grupo estava envolvido no alojamento de servidores de Internet e no desenvolvimento de software ilícito. As receitas ilegítimas seriam divididas entre os operadores ilegais e dirigidas para outros investimentos económicos.

A indústria do jogo em Portugal tem sido regulamentada desde 2016, mas no entanto o país cobra dos impostos mais elevados na indústria. Como consequência, há um número diminuto de empresas interessadas em obter licenças para o país. Isto tem aberto caminho a que operadores ilegais ofereçam os seus serviços, em larga medida sem que sejam contestados.

A dimensão desta operação demonstra, no entanto, a importância que as receitas do jogo têm para o governo. Espera-se que isto o leve a votar as propostas de taxa única no início de 2019.

Links de referência:

https://calvinayre.com/